Motorista nega corrida para eleitor de Bolsonaro


Motorista do aplicativo Uber de Curitiba cancelou uma corrida devido o passageiro sei eleitor do Bolsonaro. Você concorda com isso?

Uma corrida da Uber cancelada em Curitiba no último domingo (30.06.19), dia em que ocorreu as manifestações a favor do ministro Sérgio Moro, foi motivo de polêmica nas redes sociais e está do que falar. Um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro, se envolveu na polêmica e criticou o ato.

O motorista do aplicativo teria cancelado a corrida e enviado uma mensagem de texto para o passageiro dizendo que não o levaria, devido o mesmo ser um “Bolsominion” após passar pelo cliente que vestia camiseta verde-amarela. O caso vem gerando muitas críticas nas redes sociais.

LEIA TAMBÉM: Uber e Serasa fazem parceria para analisar usuários do app

A sequência de mensagens, segundo a reclamação do próprio passageiro, indicaria que o motorista viu que ele seria alguém a caminho das manifestações que ocorreram na Boca Maldita, no Centro de Curitiba, naquele domingo e por isso cancelou a corrida.


SOLICITE AGORA UMA COTAÇÃO DE SEGURO VEICULAR

  • Faça sua cotação 100% online e sem compromisso;
  • Cobertura contra roubos, furtos, colisões, fenômenos naturais e danos a terceiros;
  • Você pode personalizar as coberturas e assistências;
  • Sem consulta ao SPC e SERASA;
  • Acesse o site e faça agora mesmo a sua cotação!

Revoltado com a atitude do motorista, o passageiro fez um print da tela do celular com as mensagens e a imagem acabou publicada em uma das páginas de Facebook a favor da operação Lava Jato. O filho do presidente, Carlos Bolsonaro, recebeu a informação como uma forma de denúncia e a publicou em seu Tweeter, na manhã de terça-feira (2), cobrando uma reposta da Uber do Brasil sobre o assunto.

Onde está o respeito e profissionalismo?

Bom, nós do Tudo para Uber não estamos aqui para defender presidente A ou B, mas viemos levantar uma questão. Muito se fala hoje no Brasil em igualdade de direitos, respeito ao próximo, etc, mas e se tal fato tivesse ocorrido, por exemplo, com um homossexual? Qual seria a importância que a mídia daria para tal fato? O que a Uber deve fazer neste caso?

Respeito é bom e todo mundo gosta, motorista da Uber, Cabify, 99 ou qualquer outro aplicativo não está ali para julgar o passageiro e sim fazer o seu trabalho respeitando qualquer diferença.

E vocês, o que acham disso?

LEIA TAMBÉM: Governo quer reduzir preço do Gás


PRECISANDO DE UMA MAQUININHA DE CARTÃO?

  • ✓ Diversas opções diferentes de máquinas;
  • ✓ Sem aluguel ou taxa de adesão;
  • ✓ Sem taxa de depósito;
  • ✓ Sem burocracia;
  • ✓ Receba o valor de suas vendas de forma rápida;
  • ✓ Faça vendas via link;
  • ✓ Dependendo da máquina, não precisa de conta bancária;
  • ✓ Parcele em até 12x;
  • ✓ Aceite as principais bandeiras do mercado.

Deixe uma resposta